RESULTADO ON LINE




AGORA VOCE PODE RETIRAR O RESULTADO DO SEUS EXAMES PELA INTERNET.

CONSULTE NOSSA RECEPÇÃO NO MOMENTO EM QUE PEGAR SEU PROTOCOLO.

Designed by:
SiteGround web hosting Solustec Templates
DUVIDAS FREQUENTES

O que é Colesterol?

É uma substância gordurosa encontrada em todos os tecidos animais e que participa também da formação de hormônios. O seu organismo fabrica todo o colesterol que ele necessita.

O colesterol é necessário para a saúde do corpo, mas, quando em quantidade excessiva torna-se prejudicial. Você pode ter quantidades adicionais de colesterol ao ingerir alimentos de origem animal como as carnes vermelhas, miúdos, gema de ovo e laticínios.

Todo colesterol é mau ?

Não. O prejudicial é o chamado LDL ( Low Density Lipoprotein ou Lipoproteína de Baixa Densidade ) que transporta e deposita colesterol na parede das artérias ocasionando seu entupimento. O colesterol “bom” é o HDL ( High Density Lipoprotein ou Lipoproteína de Alta Densidade ) que remove o excesso de colesterol transportando-o ao fígado onde é eliminado. Uma pessoa saudável é aquela que apresenta altos níveis de HDL ( acima de 35mg/dl ) e baixos níveis de LDL ( abaixo de 130mg/dl ).

Qual é a relação entre colesterol e doença cardíaca ?

Estudos populacionais e clínicos têm demonstrado consistentemente que quanto menor for o nível de colesterol, menor é a chance de doença cardíaca coronariana. Os estudos documentam que maiores níveis de colesterol sanguíneo ocasionam um incremento na sua deposição nas paredes dos vasos que, como conseqüência, tornam-se mais estreitos.

Como resultado o fluxo de sangue na artéria coronariana que irriga o músculo do coração é reduzido e poderá ocorrer um ataque cardíaco.

Há alguma evidência para demonstrar que a redução do nível elevado do colesterol é benéfica ?

Os estudos científicos demonstram que ao se diminuir o colesterol elevado de um indivíduo, há uma redução no seu risco de doença cardíaca coronariana. 

Como regra geral, para cada 1% de redução de colesterol, há 2% de redução no risco dessa doença cardíaca.

O colesterol é a única causa de doença cardíaca ?

Além dos níveis elevados de colesterol, há outros fatores de risco de doença cardíaca coronariana que requerem a sua atenção: fumo, pressão sanguínea elevada, obesidade, falta de exercício físico, estresse, entre outros.

 

Com qual nível de colesterol eu terei um risco aumentado de doença coronariana ?

A Sociedade Brasileira de Cardiologia adotou pontos de corte para identificar as pessoas sob risco


O resultado da dosagem do colesterol é sempre confiável ?

O método que o laboratório dispõe para dosar o colesterol tem um precisão de +/- 6%, assim se o resultado encontrado for, por exemplo, 250mg/dl, isto significa que o valor real está compreendido entre 235 ( - 6% ) e 265 ( + 6% ). Além dessa variação ligada a metodologia, os níveis sanguíneos do colesterol flutuam hora a hora, dia a dia e ao logo das estações do ano.

Algumas doenças, dieta, ingestão de álcool, exercício físico, medicamentos, estresse, também ocasionam alterações no colesterol. Por essas razões todos os resultados de colesterol acima de 200mg/dl devem ter seu valor confirmado por uma segunda determinação, e a média dos dois testes usada como guia para tomada de decisões.

Com que idade uma pessoa deve se preocupar com o colesterol ?

As evidências médicas indicam que a acumulação de substâncias gordurosas nas artérias começa desde a infância, embora as conseqüências não sejam evidentes até a idade adulta.

Esta é, pois, uma moléstia silenciosa.

Um estilo de vida saudável a partir da juventude, com dieta e exercícios adequados, pode prevenir doenças cardíacas.

Os especialistas sugerem um controle da colesterolemia a cada 5 anos a partir dos 20 anos de idade.

Se existir história nos pais e irmãos, de colesterol elevado ou doença cardíaca coronariana, então, até a criança deve ser testada.

É muito tarde para corrigir um problema de colesterol sanguíneo ?

Nunca é muito tarde. O cuidado com os níveis de colesterol é muito importante em qualquer idade. Se os seus níveis de colesterol total estiverem elevados, o seu médico assistente irá determinar a realização de outros exames como o LDL, HDL, VLDL, triglicérides, apoproteínas A a B, e outros. Caberá a ele interpretar adequadamente os resultados e instituir a dieta apropriada e a medicação, se necessário.